• Cuiabá - -
Olho No Esporte MT
MATO-GROSSENSE

Auxílio: Caixa paga HOJE a 3 ª parcela a 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família

Auxílio: Caixa paga HOJE a 3 ª parcela a 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família

Data: 19/06/2020 - Por: Da Redação


ESSA NOTÍCIA É UM OFERECIMENTO:



O pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial foi liberado nesta sexta-feira (19). Em torno de 1,9 milhão beneficiários do Bolsa Família vão receber, cujo número do NIS termina em 3. O pagamento feito para este grupo é da mesma forma que o Bolsa.

Calendário Completo

  • NIS 1: 17 de junho (quarta) PAGO *
  • NIS 2: 18 de junho (quinta) PAGO *
  • NIS 3: 19 de junho (sexta)
  • NIS 4: 22 de junho (segunda)
  • NIS 5: 23 de junho (terça)
  • NIS 6: 24 de junho (quarta)
  • NIS 7: 25 de junho (quinta)
  • NIS 8: 26 de junho (sexta)
  • NIS 9: 29 de junho (segunda)
  • NIS 0: 30 de junho (terça)

Beneficiários estão sem definição de calendário

Para os demais requerentes que atenderam aos requisitos para receber os pagamentos, as datas de pagamento da terceira parcela do benefício seguem indefinidas. Quem se inscreveu no segundo e terceiro lotes, por meio do site ou aplicativo do programa, e quem recebeu a primeira após 30 de abril, o pagamento da segunda parcela também não foi divulgado.

Previsão de calendário para os demais

O calendário referente aos repasses da parcela era previsto para divulgação no dia 08/06. Depois, foi prorrogado para o dia 10/06. Em seguida, a data mudou para a partir do dia 15/06, mas até ontem (dia 18), às 18 h, a relação da 3 ª parcela do auxílio emergencial não fora divulgada. Com isso, os beneficiário continuam na dúvida e sem poder se programarem.

Nos sites oficiais dos órgãos envolvidos no benefício, não há posicionamento. Com o pagamento dessa 3 ª parcela do benefício, o repasse de R$ 600 deve chegar ao fim.

Isso, porque, de acordo com o governo federal, mais duas parcelas serão pagas (a 4 ª e a 5 ª), mas com 50% de redução no auxílio emergencial. Ou seja, quem tem direito a R$ 600 passará a receber R$ 300 e para R$ 1.200, o recurso reduz para R$ 600.

A 3 ª parcela com calendário pendente diz respeito a trabalhadores informais, MEI’s e outras categorias previstas pelo programa.







Top