• Cuiabá - -
Olho No Esporte MT
MATO-GROSSENSE

Prefeito e secretário de Saúde lamentam a primeira morte por COVID-19 na capital e reforçam a necessidade de isolamento

O primeiro óbito em Cuiabá por coronavírus foi confirmado nesta quinta-feira (16) ROBERTA PENHA

Data: 16/04/2020 - Por: Da Redação


ESSA NOTÍCIA É UM OFERECIMENTO:



A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá registrou nesta quinta-feira (16) primeiro óbito de paciente por COVID-19. A vítima era do sexo masculino, fazia parte do grupo de risco e estava internado em uma unidade de saúde privada.

O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário Municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente a morte do paciente e desejam que Deus conceda força a todos os familiares para superarem esse momento de dor.

“Estamos todos consternados, pois o mundo inteiro está travando uma batalha contra esse vírus, que é um inimigo invisível, mas que não pode ser menosprezado. Cada vítima desta doença é uma pessoa que tem família, que tem pessoas que a amam, não é apenas mais um número para entrar na estatística”, disse o secretário de Saúde.

Pinheiro também se mostrou pesaroso com a confirmação da morte deste paciente. “Esta é uma notícia que me deixa muito triste, pois é um cidadão que perdeu o combate contra o novo coronavírus. A nossa luta aqui na capital, com os decretos que fizemos, é para evitar que mais mortes ocorram. Esse vírus é extremamente fácil de ser transmitido, por isso precisamos continuar fazendo o isolamento social. Todas estas medidas de controle que tomamos até agora não foram porque eu quis, não foram por vontade minha. Elas foram tomadas com base em estudos científicos, juntamente com a Comissão de Enfrentamento ao novo coronavírus, composta por técnicos das mais diversas áreas. Nós não fechamos o comércio por brincadeira, não pedimos para a população ficar em casa à toa. O que está acontecendo no mundo inteiro é muito sério. Milhares de vidas se foram por causa deste vírus. Aqui em Cuiabá, graças a Deus, estamos segurando um pouco o avanço da pandemia, mas precisamos que todos nos ajudem ficando em casa”, desabafou o prefeito.

Em entrevista concedida nesta quinta-feira, ele comentou que quando o primeiro decreto foi publicado, Cuiabá representava 62% do total do número de casos confirmados no estado inteiro. Hoje, depois de quase 2 semanas da edição do decreto, Cuiabá caiu para 52% no número total de casos no estado. “Isso demonstra que avançamos na tentativa de controle da pandemia, quer dizer que o isolamento social e as medidas restritivas estão dando certo. Prefiro pecar por excesso do que por omissão. Estou à frente dessa guerra e não vou me acovardar. O que está em jogo são a saúde e a vida da população cuiabana e por isso estarei à frente tomando as medidas necessárias para proteger a nossa gente. Inibir a propagação do coronavírus no nosso município é um exercício de todos nós. Sozinho o prefeito não consegue fazer milagre. Eu preciso de todos juntos para combater a COVID-19”, concluiu.

Outras quatro mortes causadas em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso envolveram residentes dos municípios de Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã e Rondonópolis.

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 







Top