• Cuiabá - -
Olho No Esporte MT
MATO-GROSSENSE

Botelho solicita parceria da Sesp-MT para reforçar segurança dos motoristas de aplicativos

Nova reunião sobre criação de mecanismos para maior segurança no transporte por aplicativos continua hoje, às 14h30, na Sesp

Data: 19/04/2024 - Por: Da Redação


ESSA NOTÍCIA É UM OFERECIMENTO:



O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT, Eduardo Botelho, reuniu-se nesta quinta-feira (17) com o secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Fernando Tinoco, em representação ao secretário César Augusto de Camargo Roveri, e representantes do Sindicato dos Motoristas de Aplicativo de Cuiabá. O encontro teve como objetivo garantir viagens mais seguras tanto para motoristas quanto para clientes do transporte individual de passageiros.

Uma nova rodada de discussão está agendada para esta tarde, na Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso – Sesp/MT, visando atender às demandas apresentadas. Durante a reunião, Botelho ressaltou as melhorias necessárias para a categoria e assegurou a participação efetiva da ALMT, por meio da Comissão de Segurança, presidida pelo deputado Elizeu Nascimento, que também esteve presente.

Botelho salientou que os motoristas de aplicativos não têm condições de arcar com mais despesas, caso seja necessário investir no Botão de Pânico, mas expressou confiança de que em breve estará disponível um levantamento para que o Estado possa tomar medidas a respeito desse dispositivo de segurança.

Por sua vez, o secretário-adjunto Tinoco destacou a essencialidade da atividade dos motoristas por aplicativos em qualquer estado e mencionou a importância de um diálogo mais próximo com a categoria para identificar e solucionar os problemas enfrentados. Também informou que o governo está reforçando o efetivo policial no interior, aliviando a Capital.

Além disso, a presidente do Sindicato dos Motoristas por Aplicativo de Cuiabá, Solange Menacho, expressou confiança na força-tarefa para criar mecanismos que ofereçam mais segurança aos motoristas e clientes de transporte por aplicativo. Também estiveram presentes na reunião o secretário-adjunto de Administração Penitenciária, Jean Gonçalves, e Cláudio Alvarez, superintendente do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública – Ciosp.

Por outro lado, Eduardo Botelho defendeu a redução da maioridade penal para 16 anos após o brutal assassinato de três motoristas de aplicativos, cometido por três jovens, sendo dois deles menores de idade. Após a sessão na ALMT, Botelho argumentou que os menores responsáveis pelos assassinatos não deveriam ser soltos, defendendo a necessidade de lutar pela redução da maioridade penal.







Top