• Cuiabá - -
Olho No Esporte MT
MATO-GROSSENSE

Investimentos do Governo de Mato Grosso em Bolsas para Atletas e Técnicos Crescem Quatro Vezes nos Últimos Dois Anos

Programa Olimpus beneficia 409 atletas e 65 treinadores mato-grossenses, atualmente

Data: 06/12/2023 - Por: Da Redação


ESSA NOTÍCIA É UM OFERECIMENTO:



O Governo de Mato Grosso destinou mais de R$ 13 milhões para a concessão de bolsas a atletas e técnicos, consolidando um expressivo aumento desde a reformulação e ampliação do programa Olimpus em 2020. Nos últimos anos, os investimentos nos editais do Bolsa Atleta quadruplicaram, enquanto os do Bolsa Técnico triplicaram. Sob a coordenação da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), ambas as seleções públicas têm contribuído para fortalecer o cenário esportivo no estado.

No âmbito do Bolsa Atleta, foram implementados três editais, resultando em um aumento nos investimentos de R$ 1,43 milhão para mais de R$ 5 milhões no último edital. O número de beneficiados cresceu de 151 para 409 atletas, abrangendo praticantes de diversas modalidades esportivas em todo o estado. O programa oferece bolsas mensais que apoiam desde jovens talentos, com idades entre 9 e 12 anos, até atletas de alto rendimento, proporcionando resultados cada vez mais positivos ao esporte mato-grossense.

Entre os beneficiários, destaca-se o atleta de wrestling Igor Queiroz, medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Santiago (Chile). Atletas do atletismo, como Jânio Varjão, Lissandra Campos, Peterson Ribeiro, Franciely Marcondes, Nerisnelia dos Santos e João Marcelo, medalharam no Campeonato Brasileiro Interclubes de Atletismo Sub-23, em setembro, em Bragança Paulista (SP).

Outro destaque foi o atleta do Olimpus, Arthur Curvo, que assegurou pódio para Mato Grosso no Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-20, em maio, em Bogotá, Colômbia. O programa também contribuiu para o sucesso de atletas em competições estudantis nacionais, como os Jogos da Juventude 2023, com medalhistas como Arthur Amorim, Manuel Tsiwario, Julia Hatakeyama e Silas Alencar, em diversas modalidades.

O Bolsa Técnico, outro componente importante, viu o investimento crescer de R$ 360 mil para R$ 1,04 milhão no último edital. Atualmente, 65 treinadores são beneficiados nas categorias base, nacional e internacional. Essa iniciativa inovadora do Governo de Mato Grosso, voltada para o fortalecimento do segmento esportivo como um todo, serve de modelo para outros estados, valorizando aqueles que contribuem para o desenvolvimento das potencialidades esportivas.

Milka Juliana de Paula, treinadora de atletismo em Sorriso, destacou o olhar diferenciado do governo para o Bolsa Técnico, considerando-o um importante incentivo e valorização para aqueles que trabalham com atletas, visando sua formação tanto no esporte quanto na vida.

O programa Olimpus continuará avançando, oferecendo condições para que os atletas de Mato Grosso se dediquem às práticas esportivas. A próxima edição do edital Bolsa Atleta, em 2024, está assegurada, com um investimento superior a R$ 5 milhões, beneficiando cerca de 500 esportistas. O próximo edital de Bolsa Técnico, previsto ainda para 2023, contará com investimentos de R$ 1,2 milhão, atendendo a 95 técnicos em todo o estado.

Jefferson Carvalho Neves, secretário da Secel, celebrou a evolução do programa Olimpus, destacando que os recursos chegam à ponta para apoiar atletas e treinadores, garantindo mais representatividade ao esporte mato-grossense. A iniciativa é considerada uma política pública do Governo do Estado que traz resultados concretos, promovendo o desenvolvimento social e esportivo em Mato Grosso.







Top